Amuletos - Cruz da Caravaca


Reza a história, que a cruz apareceu em por milagre em 1232 na cidade de Caravaca de la Cruz, Espanha. Passa por ser muito adorada e ser considerar milagrosa pelo facto de relatar que a mesma continha fragmentos da cruz de Cristo.
Segundo a lenda, à época da Reconquista cristã da península Ibérica, a região era governada pelo sultão Abu Zeyt e na cidade de Caravaca existiam alguns prisioneiros, entre os quais se encontrava um sacerdote de nome Gines Perez Chirinos.
Tendo o Sultão manifestado curiosidade sobre as práticas católicas, decidiu presenciar uma missa, ordenando ao sacerdote que lhe celebrasse uma. No dia marcado, o governante reuniu toda a sua família e corte para presenciar a cerimónia, dando ordens para que fosse dado ao sacerdote tudo o que ele necessitasse para o culto.
À última hora, o sacerdote lembrou-se de ter esquecido a cruz. Com temor e com vergonha, antecipando a punição por sua falha, viu surgir, do nada, na janela acima de si, dois anjos carregando uma cruz de dois braços, toda de ouro com pedras preciosas. O sultão e todos os muçulmanos presentes, impressionados com o milagre acabariam por se converter ao catolicismo.

Esta foi também a cruz usada na coroa do rei da Hungria, como forma de reconhecimento ao rei Santo Estevão, reconhecido como Santo tanto pela igreja católica romana, como pela igreja ortodoxa grega, situação à qual se atribui a cruz dupla.

Comentários