O Simbolismo do Unicórnio



O Unicórnio, igualmente chamado de licórnio, é um ser mitológico, normalmente branco-puro quando é adulto, mas dourado em sua fase de potrinho, e prateado durante a adolescência, com um único chifre posicionado em sua cabeça como uma espiral. Ele vive geralmente nas florestas do norte da Europa, segundo as narrativas da mitologia.

O unicórnio apesar de ser um animal mitologico, contido nas histórias e lendas, ele aparece em quase todas as culturas, simbolizando as qualidades que o ser humano ainda precisa ter: retidão e paz de espirito para conquistar seu caminho evolutivo. Há registros sobre os seus poderes desde 398 A.C., quando alguns viajantes relataram ter avistado unicórnios em paises distantes, do Oriente. A descrição foi de um animal com corpo de cavalo, patas traseiras de uma gazela, rabo de leão, barbas de bode e o mais impressionantes: da sua testa saia uma cifre retorcido com virtude magica de descobrir a presença de venenos, e conferir a longividade – motivo pelo qual era procurado com afinco.
A ideia de pureza vem de uma lenda medieval, sobre um grupo de cavaleiros que não encontravam agua limpa para saciar sua sede, pois todas os tanques estavam contaminadas. Eles foram salvos pelo unicornio que apareceu, colocou o seu cifre na agua, tornando a agua pura.
Os alquimistas viam no unicórnio a imagem do hermafrodita, um ser que transcende a propria sexualidade. Quando estavam prestes a realizar uma grande descoberta, os mestres desenhavam um unicórnio, como a especie de guardião desta informação.
Na Idade Media, os poderes medicinais do cifre de unicórnio constavam na lista dos remedios aprovados pela Sociedade Inglesa de Medicina. Seu preço era exorbitante, os comerciantes justificam que esse animal vivia na India e era muito dificil a sua captura. Neste mesmo periodo, foi transformado em simbolo da virgem fecundada pelo Espirito Santo.
Na China, o nome do Unicórnio é Ki lin, simbolo da boa sorte. Essa designação representa o masculino-feminino, o yin e o yang, uma caracterização também aceita no Ocidente.

Comentários